O que é RH Ágil e porque você deve apostar nessa tendência

Bruna Pedra
May 12, 2021

Atualmente, todas as empresas desejam fazer cada vez mais entregas em um tempo cada vez menor. Isso parece óbvio, certo? 


Mas você sabia que existe uma metodologia, criada em 2001 pela área de tecnologia para obter cada vez mais produtividade? Pois é, foi assim que foi criada a Metodologia Ágil! 


Nesse artigo, contaremos a história dessa metodologia, falaremos como adaptar isso para o contexto do RH de forma prática e mostraremos o enorme impacto de utilizar essa abordagem na gestão de pessoas. Confira! 

O que é a metodologia ágil? 


O Manifesto Ágil foi criado em 2001 por programadores da indústria de softwares, ao perceberem um gap entre suas entregas e as demandas dos clientes. Esse método tem como objetivo fazer as melhores entregas possíveis para os clientes, através de certas metodologias e da cooperação de todos envolvidos em determinado projeto. Além disso, há uma preocupação pela sustentabilidade desses processos, ou seja, após serem implementados, a manutenção desses não deve ser trabalhosa. Por fim, fomenta-se reuniões periódicas com o grupo, com objetivo de entender os aprendizados e transformá-los em melhorias deste processo. 


Quando adaptamos essa metodologia para o RH, também há um Manifesto! Seus principais objetivos são valorizar: 

  • Redes colaborativas mais do que estruturas hierárquicas;
  • Transparência mais do que sigilo;
  • Adaptabilidade mais do que prescrição; 
  • Inspirar e comprometer-se mais do que gerenciar e reter; 
  • Motivação intrínseca mais do que recompensas extrínsecas; 
  • Ambição mais do que obrigação. 


Como ser um RH Ágil? 


Pensando por essa lógica, você deve estar se perguntando "mas o que é a aplicação desse tal de RH ágil?". Para sanar suas dúvidas, vamos te mostrar alguns exemplos da diferença do RH tradicional para essa nova abordagem. 


RH Tradicional: 

Recrutamento e Seleção: O processo para buscar novos colaboradores só ocorre quando há uma necessidade de preencher vagas.


Onboarding: Não há uma escuta dos novos colaboradores ao entrarem na empresa, ou seja, não se aproveitam os feedbacks para melhoria de processos internos. 


Crescimento e desenvolvimento dos colaboradores: a empresa e seu RH determinam a jornada do colaborador, sem ouvir suas necessidades reais.

 

Offboarding: São feitas apenas entrevistas de desligamento (quando realizadas) e os dados coletados não são utilizados para geração de planos de ação. 


RH Ágil: 

Recrutamento e Seleção: Existe um processo contínuo de Employer Branding, buscando fortalecer a marca empregadora.


Onboarding: Existe uma escuta contínua durante o processo de Onboarding de novos colaboradores, com diversos touchpoints entre o RH, os novos colaboradores e seus respectivos líderes.


Crescimento e desenvolvimento dos colaboradores: Os colaboradores são protagonistas nas suas respectivas jornadas e são escutados sobre suas necessidades. Além disso, dados são rapidamente transformados em ações e resultados. 


Offboarding: Existe um processo de Offboarding que conta com diversas outras iniciativas além da pesquisa de desligamento. Além disso, os dados coletados são utilizados para melhorar a experiência dos colaboradores que continuam na empresa. 


Quais são os benefícios da Metodologia Ágil? 


Segundo uma pesquisa feita pela Deloitte, 79% dos executivos globais consideraram a metodologia ágil como alta prioridade organizacional. Isso tem a ver com os diversos benefícios que podemos alcançar através desse princípio. 


1- Vantagem competitiva na Guerra por Talentos 

A Guerra por Talentos é uma expressão utilizada desde 1997 para representar a dificuldade crescente de atrair e reter profissionais qualificados para as empresas. Da mesma forma que o Manifesto Ágil promete colocar os clientes no centro, o RH Ágil coloca a experiência do colaborador no centro, tendo como consequência uma enorme vantagem competitiva para atraí-los e retê-los. 


2- Melhoria na experiência do colaborador

Com o colaborador no centro e sendo ouvido constantemente cria-se uma melhora enorme na sua experiência. Isso também diz respeito a um novo mindset criado a partir da metodologia ágil, em que o RH é ativo nas necessidades dos colaboradores, não sendo passivo nas suas demandas. 


3- Otimização de tempo e diminuição de custos 

Como o próprio nome já diz, a metodologia ágil tem como princípio fazer mais entregas em menos tempo. Com o tempo que sobra, o RH pode dedicar-se cada vez mais a projetos inovadores e estratégicos, entregando valor tanto para a organização quanto para os colaboradores. Nesse cenário, empresas que oferecem uma experiência positiva ao colaborador geram 2x mais receita do que as demais, segundo o futurista Jacob Morgan. 


Técnicas para aplicar a Metodologia Ágil 


Para finalizar, trouxemos 3 técnicas ágeis que utilizamos na Pin People: 


1- Kanban

Este método é uma forma de monitoramento do tempo, com objetivo de aumentar a produtividade. As atividades são divididas em cards (uma espécie de post-it digital) e divididas em 3 grupos: 

  • To do (para fazer); 
  • Doing (sendo feitas);
  • Done (finalizadas). 

Essa técnica pode ser automatizada por diversas ferramentas digitais, como Trello, Asana e Pipefy. 


2- Metodologia SCRUM


Essa metodologia é uma das mais famosas no mercado corporativo. Todas as atividades são preparadas para ficar prontas em 30 dias (via de regra). Em seguida, esse período é dividido em sprints, ou seja, intervalos de tempo em que serão feitas pequenas entregas que, no final, irão compor o objetivo final do projeto. 


3- Squads

A metodologia de squads é mais uma forma de organizar o trabalho da equipe de forma ágil. Através dessa técnica, é possível aproveitar a expertise de diversas áreas da empresa para a execução de um projeto. Por exemplo, a gestão da experiência do colaborador pode ser feita por meio de squads formados por diversos profissionais de marketing, T.I e RH. 


Se gostou dos nosso conteúdo, nos siga no LinkedIn para não perder nenhuma novidade!

Leia também: